terça-feira, 5 de maio de 2009

poetisa

***
***
Tu, poetisa
que me fazes pensar,
por menos que te vejas,
nada sei é verdade.
Nem ao menos de onde vens,
não sei quantas vezes
degustei a tua ode.
Procurei, na tua alma
as tuas razões.
Tu poetisa, vagueias
e fazes poesia
na madrugada,
brava brilhas...
Tu poetisa, tens
a mesma ambição
que salta e não cai,
porém, escreves
o que vem da alma...
Tu cantas o lirismo!
(texto&photos por tossan)
*
convidado especial desta edição
veja uma outra photo por tossan

108 comentários:

  1. Oi Tossan!

    Fiquei a observar a segunda foto por um tempo... Gostei muito do ângulo de onde você tirou a foto. Gostei.

    Acho que todos nós temos uma poetisa a quem admirar e que nos inspira poetizar junta a ela.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, Tossan. Não sei se os poetas varam noites talhando poemas, mas algumas poetisas sim, o fazem. As fotos são lindas e, por estranho que pareça, a que mais me acalma a alma é a segunda, que parece uma catástrofe.
    A primeira me dá um nó na garganta como algo que quer sair e não sai, e a terceira, depois da calmaria da segunda, me aflige.
    Mas acho as três indissociáveis do poema, pois são o retrato da criação poética.
    Beijos,
    Renata

    ResponderExcluir
  3. tossan meu amado, ta lindo demais, esse poema, feliz dessa musa poetiza. e as fotos, a segunda foto da uma sensação tão boa e romantica. amei tudo deste teu post.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  4. Olha,
    a palavra parada;
    Luta,
    por letras ocultas;
    Ouça,
    os versos internos
    Solta,
    a nudez poética;
    Escreva-se,
    poesia
    ao menos um dia,
    Seja.

    (Maísa)

    Desejo uma linda semana com muito amor, esperança e carinho.
    Abraços.
    Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  5. Tossan,

    Que possamos prosseguir com o olhar poético à vida. Juntos, sempre!

    Só um detalhe: não procures razão, não nas poesias ou nos poetas... há algo superior que permeia estes caminhos...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, as fotos são lindas!

    E o poema, nossa, adorei!
    Até pq sou poetisa né?

    Mto bom ler-te viu?

    Bjos em seu coração!

    ResponderExcluir
  7. Como consegues isto?
    Como arquitetas as palavras de modo que vais lá fundo prá lá dos ossosadentro, bem fundonas ultimas camadas do coração. Puxa vida que vontade de ser essa prá quem destinas .

    sem muitas palavras porque eu estou sem cebolas e sem chuvas nos olhos.
    Hoje, eu estou líquida, mesmo.
    Não liquidada, felizmente. Mas estou liquefeita e escorro...

    Beijo-te

    ResponderExcluir
  8. Primeiro veio a sua imagem.
    A luz e a sombra.
    O sol no azul.
    Azul que não é céu.
    É vidro. É lente.
    É mágica fotográfica.
    Depois vieram as suas palavras.
    Fazendo da poetisa rainha.
    Rainha das madrugadas solitárias.
    Solitária brincadeira de se esconder em palavras.
    Às vezes se perde.

    E eu aqui, que não sou poetisa, muito menos rainha, também brinco de me perder e me encontrar nas suas palavras.

    ResponderExcluir
  9. Vc estava lá e eu estava aqui. Acho mesmo melhor marcarmos esse café pra uma madrugada dessas... rs.

    ResponderExcluir
  10. Tossan, brilhaste nesta postagem! Um pouco mais que nas outras (rs). As fotos me prenderam a atenção por alguns momentos mais... cada uma me trouxe uma lembrança diferente... o pôr do sol, talvez um amanhecer, a chuva enevoando a paisagem, a profundidade resgatando no olhar uma visão tão bonita... um doce poema, uma homenagem... tudo tão lindo!

    Um belo momento vivi aqui, meu querido! Grata por ele, neste dia que mal começa. Que o teu seja inundado de alegrias.

    Fica meu carinho no sorriso de um anjo e um beijo no coração.

    ResponderExcluir
  11. Palavras tocam,
    emocionam,
    impulsionam,
    e nelas mais uma obra,
    vinda de inspiração poética,
    parabéns querido amigo,
    gostei muito da foto do prédio refletido na água,
    muito bom gosto,
    abçs netunianos

    ResponderExcluir
  12. Toda a mulher é poetisa, mesmo sem escrever uma única palavra.

    Fiquei para sempre a olhar para a tua segunda foto. É uma obra prima!

    Brindo à arte e ao teu talento, meu caro Tossan!

    ResponderExcluir
  13. Ola Tossan!

    Gostei da segunda foto.. gostar? ADOREI! :D

    O seu poema fez-me lembrar Camões a pedir inspiração às suas musas do Tejo!

    Está muito bonito este post!

    Parabens! E continue!

    ResponderExcluir
  14. Tosan,
    Você conseguiu uma mão dupla, só não sei se você retratou o poema ou transformopu as imagens em poema. Enfim tranmitiste o belo das duas formas.
    Abraços
    José Jaime

    ResponderExcluir
  15. E muitas vezes, é justamente esse mistério de não saber , e saber ao mesmo tempo, que nos dá esse gostinho de querer não parar de escrever e desvendar...

    ResponderExcluir
  16. Aí esta um dos seus momentos alto da inspiração,lindissima poesia, um Ode
    aos ouvidos de quem ouve,parabéns.

    Otimo dia pra voce.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Precioso poema Tossan.
    La segunda foto es increiblemente bonita y muy bien vista.
    Saludos.

    ResponderExcluir
  18. Lindo, lindo, lindo!

    Fico aqui, a babar de coruja! rs

    Beijos meus, amigo querido!

    Carinho,
    Sam

    ResponderExcluir
  19. Tossan..
    Lindo,lindo..
    Sempre bom estar aqui.
    me perdi nas imagens...e em seu poetizar.
    Beijos em ti
    Nega

    ResponderExcluir
  20. Aaaai, Tossan, a segunda foto é linda demais. Chuva!

    E eu não sei quantas vezes degustei as TUAS palavras e as TUAS fotos.

    beijão

    ResponderExcluir
  21. Tossan,
    Que lindo!
    Nunca me considerei poetisa, embora escreva com que vem da alma. Brinco com as letras somente.

    Beixo beijo e abraços pra voce. ☺

    ResponderExcluir
  22. Escreves o teu poema no horizonte, em ouro e laranja, são os tons da paixão, é o Sol que te anuncia o fim do dia, ... está breve a madrugada!
    ... mais breve é o momento em que ela se demora...
    Tropeças nas palavras, como os sentidos... nos salpicos da chuva...
    Às vezes à um vazio que sufoca, ansiedade...
    Há sombras que te afagam...
    Há uma brisa que te beija...
    Lindissimo o teu poema Tossan, toca nas entranhas da alma!
    As imagens..., amei a da chuva, o elemento que me acalma.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  23. el reflejo de la segunda foto es fantastico !!!!

    un abrazo

    ResponderExcluir
  24. Tossan...Tocante os versos com palavras singelas e de grande beleza. As fotos, lindas..Amei a segunda!



    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  25. Huiiiiiiiiii! A terceira mais!!!

    ResponderExcluir
  26. Maravilhosas as fotos, especialmente a do reflexo no chão molhado.
    abraço

    ResponderExcluir
  27. Oi, poeta
    Que poeta tão lindamente. E fotografa a poesia da vida, me encantas.

    Li esse lindo poema em um comentário de blog e pensei quando iria ler aqui. E chegou acompanhado de belas fotos.

    Adorei a do prédio.

    beijo

    ResponderExcluir
  28. Ai tu atualizas a postagem e lá eu me deparar, outra vez, com a leitura desse assombro de poetisa que mereceu teu texto poético e a composição de imagem e trilha.
    E ficas me provocando. Ai a velha gaga 'incorpora' e volta com bastião - a bengala.

    Oh! Amigo, fizeste a arte do selo do 'inspirar' mas nunca me escreveste uma coisa assim tão linda...
    Ôuxi!
    Ora pinóia!
    Super Tossan, sabes que achei engraçado? Tu vives me embromando com esse troço de dizer que não és poeta nem escritor e eu digo-te um ARTISTA. Assim mesmo, em maiúsculo. Ai eu olho para o conjunto de tua fotografia e penso assim: Caramba isso é mesmo a cara de Tossan olha só: na tua fotografia há a Consciência de Ser tudo e Nada. Putz! Quem não fosse um ARTISTA e um poeta de VERDADE, não conseguiria esta sensibilidade, sabe?

    Então é isto. És sim tudo isto porque dizes que não és nada disto.

    Tá bem, eu enfio a minha viola no saco porque vais, outra vez dizer que eu viajo. E eu gosto de viajar mesmo. Nem ligo mais.

    Mas que fiquei com 'inveja' da poetisa merecedora, ah! fiquei mesmo, oras.
    Não sei mentir, prá quê negar?!
    Beijos.

    Mai

    E ponto .G, é?
    Só tu mesmo, Tossan.
    Arriégua! (muitos risos, muitos...)

    ResponderExcluir
  29. Lindas fotos, lindo o poema, linda música e lindo amigo Tossan.
    Estava com muitas saudades do teu cantinho meu querido.
    Um grande beijo e ótima tarde pra você!

    ResponderExcluir
  30. Adorei a fotografia do reflexo na água.
    Acho que ela ficou espectacular.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  31. Instigante as palavras que homenageiam lirismo com doçura. Instigantes as imagens que parecem observar a passagem do tempo.

    Belo tudo, como de costume.

    Abraço

    ResponderExcluir
  32. As amizades são como flores,
    se a gente não regar elas morrem...
    ´´´´´´´´´´´´´´´´øøøø
    ´´´´´´´´´´´´´øøø´´´´øøø
    ´´´´´´´øøøøø´øø´´´´´´´øø´´´øøø
    ´´´´´øø´´´´´øø´´´´´´´´´ø´øø´´´øø
    ´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´´øø
    ´´´øø´´´´´´´´´ø´´´´´´´ø´´´´´´´´´´øø
    ´´´øø´´´´´´´´´´´´´´´´´ø´´´´´´´´´´øø
    ´´´´øø´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶´´´´´´´´´´´øø
    ´´øøøøøøø´´´¶¶¶¶´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´øøøøøøø
    øø´´´´´´´´´¶¶¶´´´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´´´´´´´øø
    øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶¶´´´´´´´´´´´´´´øø
    øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´´´´´´´´øø
    øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶´´´¶¶¶´´´´´´´´´øø
    øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´¶¶¶´´´´¶¶¶´´´´´´´´øø
    ´´øøøøøø´´¶¶¶´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶´´´øøøøøø
    ´´´´øø´´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´´¶¶¶´´´øø
    ´´´øø´´´´´´´´´´´´´´´´´ø´´´´´´´´øø
    ´´´øø´´´´´´´´´ø´´´´´´´´ø´´´´´´´´øø
    ´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´´øø´´´´´´´øø
    ´´´´´øøø´´´´øøø´´´´´´´´ø´ø´´´´´øø
    ´´´´´´´´øøøø´´ø´´´´´´´´ø´´øøøøøø
    ´´´´´´´´´´´´´´´øø´´´´øø
    ´´´´´´´´´´´´´´´´´øøøø
    Hoje vim regar as minhas!!!

    ResponderExcluir
  33. QUERIDO FERNANDO... SUBLIME POEMA AMIGO... ADOREI!!!
    ABRAÇOS DE AMIZADE MEU AMIGO !!!
    FERNANDINHA

    ResponderExcluir
  34. Que dizer para além do que aqui foi dito? Repetições, meu amigo. Lindas fotos e melhor ainda a poesia.

    ResponderExcluir
  35. Tossan
    Gosto particularmente da primeira fotografia.
    Parabéns
    Abç
    G.J.

    ResponderExcluir
  36. bonitas letras para bellas fotografías!!!

    ResponderExcluir
  37. gostei da foto na poça d'agua..
    ..
    sabe..sempre tive o desejo de ter uma namorada poetisa, mas nca se concretizou...e acho que a culpa foi minha...poetisa tem sempre charme né?!
    abraço!

    ResponderExcluir
  38. Passei para dar oi, semana corrida e estressante, nem estou escrevendo muito. Beijos!

    ResponderExcluir
  39. Sílabas entrelaçadas
    letras enamoradas
    e a pena...
    a pena em frenesim
    um não, um sim
    e eu?
    Eu tanto queria
    que tudo isso
    dentro de mim
    fosse poesia!

    Tossan, a primeira foto transmite momentos de grande serenidade, as outras estão espectaculares também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Bonitas imagens por estes lados, belo o texto aqui colocado amigo Tossan... um grande abraço deste lado,
    Nuno

    ResponderExcluir
  41. Passei para deixar um abraço e um gde fim de semana pra vc amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  42. Lindas, a da chuva então gostei da perspectiva que tirou a foto, ficou bem interessante.
    Bela poesia...

    ResponderExcluir
  43. Tossan, poeta
    Mandei email

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. suas fotos são muito boas apesar d fotografar bem antes da digital, nunca fui um bom fotografo o meu lance foi sempre registrar os momentos de festas, eventos, amigos e de vez em quando sai uma boa, e como agora todo mundo é fotografo e as vezes vem cada foto para que e coloque nos trabalhos que fala sério.

    Como te falei cuido do site www.escoladevela.com.br e se vc quiser fazer umas fotos de veleiro ou mesmo da baia, a semana passada fiz umas do meu veleiro.
    Mais uma vez parabéns e se quiser aparece l� na praia das velas no sábado depois das 10:00 hs.

    Abraços
    Marcelo

    ResponderExcluir
  45. Olá.
    Entro sem bater, aqui pela primeira vez. Minto. Já aqui tenho vindo, descalço, sem fazer barulho. Desta vez resolvi falar, dizer que tenho visto a tua cara de palhaço triste um pouco por todo o lado, principalmente por sítios que gosto de visitar. E aí pensei: "temos alguns gostos comuns" e vim aqui. Tens fotos que gosto muito, textos que subscrevo, um olhar que, não poucas vezes, compartilho (fascina-me esta mesma foto com aquele pedacinho de amarelo no chão molhado).
    Pronto, é isto que eu queria dizer, agora fiquei assim meio sem jeito...

    Fica bem

    ResponderExcluir
  46. Como faz bem ler-te e ver-te. Parabéns pelo lindissimo poema e fotos.
    Abraço

    ResponderExcluir
  47. Tu também és poeta nas imagens que editas!
    Gosto do conjunto poema~/imagem.

    ResponderExcluir
  48. Sim, Tossan, é meu!
    Escrevi nesse momento, gostaste?!
    Sorrindo :-)

    ResponderExcluir
  49. Belo poema..poetisa felizarda que te inspirou assim..rs
    a segunda foto alem das outras é perfeita.
    Abraços

    ResponderExcluir
  50. Gostei...

    A poesia é arte das palavras :)

    ResponderExcluir
  51. Oi Tossan...

    Linda a poesia da Poetisa...Linda a chuva espelhada no chão,bela a primeira imagem da baia(acho q é)mansinha e calma,(lembre-le da minha Ilha do Governador).

    Beijinhos

    Maria

    ResponderExcluir
  52. Tmb fico aki a observar as fotos....e lembrar como o mundo é vasto ne....e como a expressao em cada poema mostra o que sentimos....

    abraçao

    ResponderExcluir
  53. Caro Tossan,
    há um selinho e um desafio que o aguardam no meu blogue.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  54. Lindo Tossan...tenho a certeza que essa poetisa te merece e claro tu a mereces a ela...
    Fica aqui o desejo de um lindo fds. e aprecia as pequenas coisas, pois um dia, talvez olhes para trás e descubras que foram essas as grandes coisas.
    Beijinho prateado

    SOL

    ResponderExcluir
  55. convidado especial desta edição.
    ESTIVE LÁ, ADOREI, MUITO BOM O ESPAÇO DO MATEUS.

    SUA POESIA SEMPRE ARREPIA ATÉ Á MEDULA DOS OSSOS, E ALI CRIA-SE UMA ALQUIMIA TRANSCENDENTAL, ALGO IMACULADO, MEIO GENUÍNO, ENFIM UMA EXPLOSÃO DO SER EM OUTRO SER...

    TEM UM ESPAÇO NOVO SÓ PARA AMIGOS, ESPERO SUA COMPANHIA,
    EFIGÊNIA COUTINHO

    http://efigeniacoutinhoselospremiosblogsamig.blogspot.com/

    OPS...TEM POEMA DA MÃE TB

    ResponderExcluir
  56. Meu poeta amigo Tossan, que bela e profunda homenagem a todas as maravilhosas poetisas. Muito bom.

    Paz, harmonia e muito mais inspiração em sua vida.

    Forte abraço
    Caurosa

    ResponderExcluir
  57. Oi Tossan!!
    Adorei a foto do reflexo, ficou d+!!
    Gde abraço!!

    ResponderExcluir
  58. Nota, hum, vejamos... MIL!!! Abs

    ResponderExcluir
  59. olá tossan este poema é tão gostoso de se ler e viajar com ele a imaginar toda a obra de uma poetisa,
    o seu doar pela sua obra...
    linda asegunda foto uma uma criatividade cheia da sensibilidade de quem sabe do que quer falar e transmitir,o outro lado de uma imagem que ninguem repare mas nas sua lentes se tornaram arte.
    bom fim de noite!

    ResponderExcluir
  60. Final de tarde, refelxos na água acompanhado de um lindo poema! excelente junção Tossan!

    ResponderExcluir
  61. Agradeço a honra que, naturalmente, retribuo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  62. Tossan, a foto da chuva está d+++!!!

    Lindo poema de poetisa!
    A escrita é uma forma de sedução, não é mesmo?
    bjinhos

    ResponderExcluir
  63. Oi, Tossan!
    A segunda foto me leva à lembrança de um tempo perdido...
    há mto,
    mas gostosa sensação, de quem, embora ainda, tarde, não tão tarde assim,
    a querer de novo,
    ser feliz!
    Forte abç, querido!!

    ResponderExcluir
  64. Olá Tossan
    Achei excelente a 2º foto. Bem observado... Muito boa Amigo.
    Bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  65. Um Poeta cantando a sua Musa...


    Abraço

    ResponderExcluir
  66. EXCELENTES FOTOS!!!!
    te sigo.
    Saludos de Argentina.
    Virginia Palomeque

    ResponderExcluir
  67. A segunda foto está um espanto
    o poema divinal...adoro vir aqui te ler e ver
    bneijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  68. Pelos vistos tens uma poetisa..;D
    Está lindo o teu poema assim como as fotos.Essas são fantásticas mesmo.A segunda também me despertou muita atenção!
    Beijos poeta-fotógrafo.:D

    ResponderExcluir
  69. Tossan, nunca postei nada de Clarice Lispector. Essa semana até estive lendo um texto dela, mas tive tempo de postar...
    Fiz o teste do livro e saiu "Paixão Segundo GH" depois disso...
    Até achei coincidência rsrsrsrs
    Claro que não fico brava!
    Como ficar brava com vc?

    Fernando Sabino é um mineirinho danadado de tranquilo. Encontro Macardo é lindo.
    Mas vc gostaria de ser Encontro Marcado, ou vc fez o teste e deu ele? rs


    Bela poesia para uma poetisa... Que musa!!!

    Parabéns pelas lindas fotos...


    Beijos e carinhos!

    ResponderExcluir
  70. As suas palavras são como um mar profundo... repleto de mistérios mas que encanta!

    Desculpa a ausência em palavras...
    Mas o coração faz as pessoas estarem sempre presente de alguma forma!

    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  71. Tossan, que delicia foi redescobrir esse espaço cheio de encanto e poesia. Não sei como fui perder voce de vista.
    Sempre vejo sua fotinha tristonha no blog da Ester, mas não a associava ao blog cheio de poesia que logo no começo das minhas visitas virtuais eu conheci.
    Parabens pelo doce poema e as lindas imagens que seu olhar recorta com tanta sensibilidade!

    Abraços

    ResponderExcluir
  72. Preciosas fotografías, pero sobre todo la primera, con ese magnífico encuadre, está de exposición :-)

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  73. Adorei a 2ªfoto! Fantástica!

    beijos

    ResponderExcluir
  74. *
    bela homenagem,
    se tu o fazes,
    deve ser especial,
    ,
    abraço,
    ,
    *

    ResponderExcluir
  75. esta foto deste reflexo do prédio na poça é inspiração certa prá quem sabe "poetar".
    Olhei certo?
    Porque nem todo mundo tem o seu dom, de olhar certo.

    ResponderExcluir
  76. Oi Tossan!Adorei as fotos,a segunda é ótima,acho legal fotos assim!Um beijão e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  77. Ola vizinho Tossan.
    Lindas as fotos.
    Vou voltar lá pra observar mais um poukinho.
    beijos.

    ResponderExcluir
  78. Fantástico...Tudo....Bejussss

    ResponderExcluir
  79. Tossan, tens a alma feita de algodão doce salpicada com pó de ouro.

    ResponderExcluir
  80. ...quando eu crescer quero ser
    igual a esta poetisa que lhe
    inspirou neste post mágico.

    amo você, meu doce amigo.

    amo

    bj

    ResponderExcluir
  81. AHHH eu pensei ter comentadoo!!!
    eh que cotumo fazer mil coisa ao mesmo tempo.
    i´m sorry
    Mas em questão de visitar-te, sempre estou aqui,não sempre que comento.
    é tudo muito "MARA" neste lugar
    shaushasa
    Um dos blogs que mais admiro neste mundo blogal.
    XD
    Abraçãoo poeta-fotógrafo

    ResponderExcluir
  82. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  83. Tossan nao pode ser abandonado nao, qué issu.

    ResponderExcluir
  84. OOOOHhh, que bonitas fotos, es buen luz y buena composición.

    Y también tu escrito bonito.

    Felicidades!!!

    Ah, muchas gracias por tu comentario en mi blog, gracias,

    Saludos

    ResponderExcluir
  85. Oi, Tossan!
    Acabei de deixar um comentário no blog da Paula Barros...
    Assim a gnt se "Tossa" toda!!!
    rss
    Bom fim de semana!!

    ResponderExcluir
  86. Muitas das vezes, não é preciso saber tudo sobre a poetisa, para ela nos dar expiração, pois muitas das vezes isso pode atrapalhar.
    Amei o texto, o senhor também escreve de uma maneira linda.

    Beijo

    ResponderExcluir
  87. OLá Tossan, muito...muito...muito linda as suas fotos. Aqui a inpiração fluiu assim, meio inteiramente a flor da pele, tanto na escrita quanto na imagem...

    "Procurei, na tua alma as tuas razões. Tu poetisa, vagueias e fazes poesia na madrugada, brava brilhas"

    Acho que a alma é o coração do poeta...no caso aqui...da poetisa...
    Um abração na alma talento...
    Feliz Dia das Mães...vc é um pãe? Rsrs...um ótimo fim de semana...

    ResponderExcluir
  88. Sempre poético e muito original. Ás vezes fico "respirando" no seu blog.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  89. Conseguiste unas preciosas texturas visuales. Felicidades!

    ResponderExcluir
  90. "não sei quantas vezes
    degustei a tua ode"...

    teu blog é pura poesia! visual e palavras...adorei.

    ResponderExcluir
  91. Olá Tossan,

    Passando para a habitual leitura.

    Bonita homenagem esta a uma poetisa. Parabéns à felizarda.

    Abraço e bom fim-de-semana.

    ResponderExcluir
  92. Adorei a 2ª foto é sem dúvida uma pequena maravilha neste teu blog tão cheio de boas fotos e belas palavras :)

    ResponderExcluir
  93. Tossan,
    Faz tempo não venho aqui...
    mas adoro seu espaço e muito bom ler o seu post, lindas imagens e lindo poema também...
    Gostaria de te desejar um bom findi...
    Feliz dia das mães!
    Tudibom pra vc
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  94. Hoje a palavra poesia deu o mote e muito bem.
    A poesia fez poesia, como sempre belas imagens também.
    BEIJO
    Isabel

    ResponderExcluir
  95. Como sempre...poema lindo, imagens perfeitas! O que posso dizer, a não ser de jeito simples, te desejar um ótimo final de semana, com muita inspiração.
    abraços

    ResponderExcluir
  96. A poesia vagueia vive no perfume da natureza,e o poeta é aquele que o sente com a alma
    beijos

    ResponderExcluir
  97. ...desde que a inspiração se deixe encontrar...onde quer que esteja...(aqui pelo menos,nunca dei pela sua falta)

    ResponderExcluir
  98. QUE BUENASSSSSS!!!!!!
    ME REGUSTO LA SEGUNDA, QUE ORIGINAL!!!! EXCELENTE UN BESO DESDE ARGENTINA

    ResponderExcluir
  99. permiso... adore sus fotos y su poesia

    saludos desde uruguay

    ResponderExcluir
  100. é que inspira todos nós que aqui te visitamos. Não é à toa que v. tem tantas visitas carinhosas e desejosas de ler seus poemas e ver suas fotos (difícil dizer quais são melhores). E olha: eu adoro Carpenters, Johnny Mathis e Abba (rs), dentre outros. Podem me chamar de brega se quiserem. O prazer é meu quando os ouço. Mas ainda bem que cada um tem um gosto, não? A velha história: o que seria do amarelo... :) Abração e um ótimo domingo.

    ResponderExcluir
  101. Belíssimo poema e as fotos são o retrato da tua poesia, magníficas.
    Essa musa deve ser muito feliz por existir um Tossan artista que a admira muito!
    Beijinhos no teu coração enorme para amar!

    ResponderExcluir
  102. Uma união perfeita entre as fotos e o poema.

    Olá Tossan !

    Um abraço.
    Sill

    ResponderExcluir
  103. Mais uma vez fotos lindíssimas e poema rico!

    ResponderExcluir
  104. Sensacional ests do prédio, refletindo na água da chuva, parabéns, bay, bay...

    ResponderExcluir
  105. vim matar saudades por aqui...
    no tempo em você me dava mais atenção!
    sinto tua falta por lá, Tossan :(
    hoje você trás um poema de solidão!
    és um mistério p'ra mim!
    não sei porque é Tossan, mas tenho um especial carinho por ti.
    beijo!

    ResponderExcluir
  106. Posso ser eu essa Poetisa?

    Talvez? Não tens a certeza?

    Eu espero...sem desespero...espero
    que me digas mais, do muito que dizes.

    Maria Luísa

    ResponderExcluir

Não costumo comentar pelo Google+, deixe o link do seu blog quando comentar pelo navegador. Obrigado

No suelo comentar sobre el Google+, dejo el enlace a su blog cuando usted comenta en el navegador. Gracias

I do not usually comment on the Google+, leave the link to your blog when you comment on the browser. Thank you

" Posso não concordar com uma única palavra do que dizeis, mas defenderei até o fim o vosso direito de dizê-la" ." (Voltaire)
Antes de mais nada fica estabelecido que ninguém vai tirar meu bom humor. (Fernando Sabino)

"Puedo no estar de acuerdo con una sola palabra de lo que dices, pero defenderé hasta el final su derecho a decirlo". "(Voltaire)
En primer lugar se establece que nadie va a tomar mi buen humor. (Fernando Sabino)

"I may not agree with a single word you say but I will defend to the end your right to say it". "(Voltaire)
First of all it is established that no one will take my good mood. (Fernando Sabino)