segunda-feira, 17 de novembro de 2008

oásis

Não me venhas dizer
que sou forte,
seguro e maduro.
Perseverante sim...
Escolho o caminho
mais mais tortuoso e febril.
Enxugo o meu suor com os pulsos.
As minhas botas me fazem bolhas.
Estou muito cansado
com o peso do minha mochila.
Paro e penso:
Troco uma parte da minha pele
por um pedaço de pão...
Encontro uma palmeira!
O meu oásis.
Apanho frutas,
sacio-me e descanso.
Penso na amada,
ouço palavras e sons só nossos.
Faço-lhe versos e canções.
Me sinto maleável.
Um pássaro canta
e me conduz à alegria
Fico diferente e descansado.
Forte, seguro,
quase maduro e lúcido,
continuo o meu caminho...
(poema & foto por tossan)

42 comentários:

  1. Em meio a grande agitação, perturbação e correria de nosso dia-á-dia precisamos encontrar momentos de tranquilidade, paz e calmaria...
    Bom poder parar e ler os poemas e ver as imagens do teu canto.
    "Oásis" no agito de nosso cotidiano.

    Beijos mil, Tossan!!!

    ResponderExcluir
  2. estamos sempre caminhando,dias bem,dias mal, mas sempre perseverante, confiante mesmo que hj nao seja o esperado...gde abço e ótima semana!!
    lane

    ResponderExcluir
  3. gostei bastante desse poema...me lembrou 1 pouco o Drummond....
    PS.: onde vc quis escrever cansado está escrito casado....
    abraços...

    ResponderExcluir
  4. Saudade de tudo isso aqui...
    Estás cada vez melhor, hein... Parabéns!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Coqueiro, sol e mar. Um dos meus conjuntos prediletos, para olhar, fotografar, sonhar...

    Seu poema conseguiu fazer esse conjunto ficar mais lindo e enamorado. "Penso na amada,
    ouço palavras e sons só nossos. Faço-lhe versos e canções." - Que coisa linda!!!

    Poderia dissecar seu poema, vários trechos, ou palavras me disseram muito. Várias maravilhas me encantaram. Muitas belezas contidas.

    Adorei!!!

    abraços

    ResponderExcluir
  6. Realmente Tossan, ler essa poesia agora as 18h é relaxante e com verdades. Não estou em um ambiente assim, mas a foto me fez estar. Como sempre, mais um lindo poema.
    Abração

    ResponderExcluir
  7. Hoje é o dia do meu "desaniversário". É o dia em que eu "não" faço aniversário.
    Faço em 17, mas de Setembro.
    E não estou cansada com o peso do meu corpo, pois encontro todos os dias o meu oásis.
    Belíssimo post, Tossan

    ResponderExcluir
  8. ...e não é por acaso aqui também um oásis de encantamento?

    muahhhhhhhhh

    ResponderExcluir
  9. "...quase maduro e sóbrio..."

    Acho que por mais que as pessoas vivam, evoluam, aprendam, serão sempre quase maduras.

    Quanto ao quase sóbrio, acho que seria mesmo muito chato viver numa lucidez total.

    ResponderExcluir
  10. Texto e foto muito bonitos. parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo, Tossan!
    Me achei super em suas palavras. Como não fazemos idéia de como anda a vida do vizinho, né? Estou mais ou menos assim, como as suas doces, duras e verdadeiras palavras "Não me venhas dizer que sou forte, seguro e maduro.Perseverante sim"

    E continuaremos cada vez mais seguindo nosso caminhos, né?

    P*S Sempre fico muito feliz (de verdade) com suas palavras em meu blog. No coemço vc era mais fechado e tal, mas agora adoro a cada dia!

    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Ai, é a Glayce aí em cima, viu?! A Glayce do Bruxas e Fadas!!! Esse blog é de uma amiga...

    Beijos

    http://minha-bruzundanga.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. O sonho é indispensável, mas com os pés assentes na terra!

    ResponderExcluir
  14. Super legal o poema...um bom descanso e umas boas reflexoes, com certeza nos ajudam a vencer os caminhos as vezes tortuosos da vida...
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  15. Grande Tossan,

    Boa imagem, rapaz.

    Um oásis é tudo que precisamos quando o sol abrasa o caminho.

    Um abraço, poeta!

    ResponderExcluir
  16. Caro amigo, bela fotografia...Belo texto...Espectacular...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Encontro uma palmeira,
    encontro um sol se pondo,
    encontro um poema,
    encontro.
    Ir contra,
    ir contra no vento,
    ir contra sua direção,
    só para te encontrar.

    Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
  18. querido amigo, bjs mil, com mil margaridas pra toda a semana.

    ResponderExcluir
  19. Tossan....
    Apesar do cansaço é preciso continuar.
    Obrigada pelas palavras.
    Necessito acreditar nelas.
    Bons ventos
    Bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  20. Essa é nossa caminhada,sempre em frente,maravilha de poema,parabéns.
    obrigado pela visita.

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  21. Continuar sempre pelo caminho exposto ao nosso dispor.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  22. Sempre bom expor o sentimento, para que não fiquemos abafados por ele.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  23. senti nesse teu pouco um sabor dos frutos que me embriagam até hoje... "os frutos da terra" de gide

    para mim, os frutos mais saborosos, indizíveis...

    à você, beijos na alma
    com sabor de "frutos, todos os frutos"

    luciana
    luma
    lua

    ResponderExcluir
  24. Tossan, meu caro, não seria isto a própria resiliência do amor-sabedoria?
    Delícia este seu espaço.
    Abraço forte, meu caro, do seu seguidor João

    ResponderExcluir
  25. Ai que coisa boa essa caminhada...esse pegar um rumo sem rumo e desvendar o que outros já virtam, mas que a gente ainda não conhece....mochila nas costas e muitos passos no pé.....rs
    Me deu vontade!
    beijo pravc!

    ResponderExcluir
  26. Lindo poema, Tossan. Ótimo ter um "oásis" no meio do caminho pra recuperarmos as forças e continuarmos a nossa jornada. Bom ter um amor, né?
    Abração

    ResponderExcluir
  27. mais uma vez vc brinda meu dia com belas palavras e uma belíssima fotografia!

    ''obrigada''...(de novo)...

    não sei pq,mas este seu post me lembrou um poema de fernando pessoa que AMO...chamado Tabacaria...diz assim:

    ''Não sou nada.
    Nunca serei nada.
    Não posso querer ser nada.
    À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.''

    um grande beijo pra ti querido Tossan****

    ResponderExcluir
  28. Lendo teu poema me senti uma caminhante meu caro amigo.rs
    Sempre digo que a vida segue e que devemos sempre caminhar em frente, haja o que houver...
    Belo poema, belas imagens e lindo Blog meu querido.
    Gostei muito e estou levando seu link comigo ok?
    Um grande beijo e um belo dia pra você!
    Serena.

    ResponderExcluir
  29. Gosto muito quando encontro as palavras que eu gostaria de saber dizer. ( E fotos de qualidade, tão parecidas com as minhas amadoras )

    ResponderExcluir
  30. Olá Tossan...brigadim pela presença e pelas palavras...
    Hora de trocar o post hein! Grande abraço, boa terça para você...

    ResponderExcluir
  31. É mesmo assim,
    Apaixonados somos incostantes, nem fraco e nem forte,hora eufóricos outra desanimados,nestas coisas do amor, não tem o mais ou o menos experiênte. Tem só o sentimento pulsando e dominando nossos mais profundos pensamentos...E muitas vezes percebemos o oásis...

    Bela fotografia e poesia!

    ResponderExcluir
  32. Tossan:
    O seu poema é lindíssimo e casado com uma foto, fica mais lindo ainda.
    Fiquei sem PC, por isso estive ausente. Gostaria que fosse apreciar meu novo post e que conhecesse meu novo blog, que começo com a minha tradução, com notas explicativas, do primeiro soneto de Shakespeare.
    Um abraço,
    Renata

    ResponderExcluir
  33. Estou com visitas em casa essa semana toda,devido a isso estarei um pouco ausente com meus amigo blogueiros,mas vou ficar postando.

    Obrigado pela visita.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  34. Aos poetas é permitido, na dor, alcançar o oásis.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  35. Queria me transportar para esse oásis... e dentro dele ficar hoje....

    Lindo poema e foto maravilhosa... consegues fazer-nos visualisar tuas doces palavras sempre.

    Muitos beijossss

    ResponderExcluir
  36. Sem comentários... só reflexões!
    Muito bom o texto.
    []'s
    .
    .
    .

    ResponderExcluir
  37. Um andarilho poeta fotográfo...És muitos em um só!

    * Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Bela caminhada com a tua lucidez poética. Foto maravilhosa!!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  39. É pensar no amado(a) é sempre um bom truque pra afastar os maus pensamentos - comigo funciona:)

    ResponderExcluir
  40. Querido Fernando, uma noite de Paz... Beijinhos de carinho,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  41. Há dias não venho aqui! Suas fotos estão lindas, mas adorei este poema!!
    Beijos, amigo

    ResponderExcluir

Não costumo comentar pelo Google+, deixe o link do seu blog quando comentar pelo navegador. Obrigado

No suelo comentar sobre el Google+, dejo el enlace a su blog cuando usted comenta en el navegador. Gracias

I do not usually comment on the Google+, leave the link to your blog when you comment on the browser. Thank you

" Posso não concordar com uma única palavra do que dizeis, mas defenderei até o fim o vosso direito de dizê-la" ." (Voltaire)
Antes de mais nada fica estabelecido que ninguém vai tirar meu bom humor. (Fernando Sabino)

"Puedo no estar de acuerdo con una sola palabra de lo que dices, pero defenderé hasta el final su derecho a decirlo". "(Voltaire)
En primer lugar se establece que nadie va a tomar mi buen humor. (Fernando Sabino)

"I may not agree with a single word you say but I will defend to the end your right to say it". "(Voltaire)
First of all it is established that no one will take my good mood. (Fernando Sabino)