sexta-feira, 24 de julho de 2009

pier

***
***
Não irei à procura
de amores mórbidos,
repudio esta ideia.
Cansei desta canção
desafinou, esgotou...
Hoje sou produzido
pela certeza
do amor maduro.
A flor já está
mutilada e sem aroma.
Agora só restam
os protestos
da minha ode
que se aborrece
com essa poesia banal.
Com a solidão forjada
e a serenidade de hoje
marco o encontro
com a realidade
no meu pier!
(texto&photo por tossan)
*
blog convidado desta reedição
http://amigosnablogosfera.blogspot.com/
desligue o som e veja o video

118 comentários:

  1. ...embora a procura seja árdua,
    a poesia existe até nas horas de busca.

    que lindo, como sempre!

    muahhhhhhh

    ResponderExcluir
  2. Todos procuramos por um porto-seguro.

    Sorte de quem já tem o seu!

    []'s
    .
    .
    .

    ResponderExcluir
  3. lindo Tossan.....

    eu busco o amor em cada olhar,e cada pesoa,em cada poesia....

    e vc mais uma vez abrilhantou o meu dia de uma forma tão linda que quero dizer-te uma única e sincera palavra:OBRIGADA!!!!

    ResponderExcluir
  4. "agora só restam os rotestos na minha ode"

    magnifico

    ResponderExcluir
  5. Amigo lindo...
    mais um poema que fala de flor, de amor, ilusão, um pouco triste.. mas de um sentimento maravilhoso... ao ler a pessoa se envolve lentamente e vive a cada palavra escrita... perfeito...

    Amigo...
    Para você desejo todas as
    obras de Deus!
    Para que jamais tenha motivos de tristeza,
    para que sua alma sempre esteja em paz.
    Desejo a você tudo o que tem
    de bom nesta vida,
    e que ao sentir-se triste,
    possa lembrar de tudo isso,
    e então, poder sorrir de felicidade.

    Milhões de beijinhos!!!

    beijos e beijos caro amigo
    sua rosa amiga
    Iana!!!
    Obrigada pelo selinho hoje vou levar.. valeu guardarei lá no jardim e no coração

    ResponderExcluir
  6. Meu caro Tossan, somos Poetas de verdade, parabéns!

    ResponderExcluir
  7. "Hoje sou produzido
    pela certeza
    do amor maduro."

    Certeza....tão bom quem as tens, ou acredita ter. O amadurecimento do ser, então refletira não só no amor, mas em todas as relações e situações da vida. Assim penso.

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Tossan, pensei nisso tudo hj... Mas será que a maturidade, às vezes, não nos rouba alguma coisa?!?

    ResponderExcluir
  9. ler vc me faz lembrar canções do vinícios de moraes...uma candura de amor triste....
    adoraria um dia ler de vc um poema de euforia...!!!
    e eu deixar de escrever sobre lutas, porres e mulheres que vão e vem

    ResponderExcluir
  10. Tossan:
    A maturidade é o melhor estágio da vida para encontrarmos um porto seguro.
    Gosto muito de você e espero que tenha lido o meu comentário no seu post anterior.
    Um beijo,
    Renata

    ResponderExcluir
  11. "Se eu novamente ousar soltar as amarras e desprender meu barco desse cais, quem sabe que novas emoções e sentimentos poderei encontrar ou reencontrar?"


    Querido Tossan, agradeço o selo e o carinho. E já digo, essa é uma de minhas fotos favoritas - não, não sou imparcial mesmo. ;)

    Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  12. "Com a solidão forjada
    e a serenidade de hoje
    marco o encontro
    com a realidade
    no meu cais!"
    Bonito isso...muitas vezes penso nisso...na seridade de hoje, uma das coisas boas que vem com a idade, a realidade as vezes é muito mais louca que nossos devaneios...
    Gde poema!!
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  13. Meu caro Poeta Tossan, seu cais é lugar da serenidade, da paz e da mansidão. Propício para um amor intenso e pleno. Paz e harmonia para você.

    Forte abraço

    CAUROSA - caurosa.wordpress

    ResponderExcluir
  14. "Com a solidão forjada
    e a serenidade de hoje"

    Acho que entendo isso!
    Até...

    ResponderExcluir
  15. Tens razão querido Tossan, amores mórbidos só trazem vidas infelizes, e sofrimentos dispensáveis.

    Sempre me encanta passar por aqui...

    Muitos beijoss pra ti!

    ResponderExcluir
  16. Maravilha, amigo! Alcançar o cais da consciência, da tranqüilidade.
    É difícil dizer o que fazes melhor: escrever ou fotografar.

    * Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Ah! Estou levando o selo, posso?...Obrigada!

    * Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Concordo contigo, poeta fotógrafo!

    O amor é vida e, como tal, deve nos alimentar. O que morreu, deve ser sepultado.

    * Abraços pra ti!

    ResponderExcluir
  19. Solidão forjada... Dizem que o poeta consegue expressar sentimentos que temos e não conseguimos determinar, muito menos nomear. Você é um poeta, meu caro. Solidão forjada.

    ResponderExcluir
  20. É tão louca essa vida e o que somos...queremos a liberdade a todo preço e ao mesmo tempo estamos sempre em devaneios à procura de ancorar em portos...faz sentido? Deve fazer....nossa alma é um mistério!
    beijo pra vc

    ResponderExcluir
  21. É preciso sonhar, mas com os pés bem assentes na terra.

    ResponderExcluir
  22. Oi Tossan,

    Às vezes, o porto seguro pode ser apenas um olhar de cumplicidade.

    Como sempre, um lindo poema.

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  23. o amor maduro oferece-nos um cais de segurança e muitas vezes uma descoberta surpreendente.
    Não me canso de admirar as tuas fotos!
    Acho que ainda não te agradeci o selo que gentilmente me ofereceste
    beijos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  24. Mágico...
    Acho que vou te chamar de mágico agora...porque essas fotos com seus escritos...é...isso...mágica.
    beijos coloridos!

    ResponderExcluir
  25. Gostei do texto, e gostei da ideia.
    O encontro na realidade no cais. E em contacto com o mar que o senhor vai pensar na vida.
    Escreve muito bem mesmo.
    Beijos doces




    "Sofi@"

    ResponderExcluir
  26. Ah, querido, tudo combina com vc, menos um bloqueio diante da beleza. Pelo que pude ver por aqui, vc é uma daquelas pessoas que se nutrem de beleza. E, assim com a maior naturalidade do mundo, multiplicam a beleza que os alimentou. Isso é muito claro, é só olhar suas fotos, ler suas palavras. Enfim, também gosto muito do jeito que vc escreve. Bjin !!!

    ResponderExcluir
  27. De banal a poesia nada tem, assim como os amores. Se a gente escolhesse a quem amar... mas o amor nos pega assim, sem que nem porque, e fazer o que? Mas quer saber? De todos, todos de alguma forma, valeram (e valem) a pena. Assim como em insistir. (será que embolei muito? - rs). Abração.

    ResponderExcluir
  28. Amigo Tossan, bela foto e poema!
    Votos de bom fim de semana
    Abraço
    Lourenço

    ResponderExcluir
  29. vou plagear o comentário da VIVIAn, pq com certeza está mais bonito doque oque ia colocar, e olha q entrei inspirado para tal.
    E acrescento o efeito nessa foto que ficou show, parece um relevo. linda.
    Forte abraço

    ResponderExcluir
  30. Lindo, Tossan! Em alguns momentos você passa uma força (de maturidade) como a que Baudelaire nos passa, em alguns de seus versos.
    Adorei.
    Abraços fortes do JOão

    ResponderExcluir
  31. Tossan....
    Como é bom um amor maduro ( com sabor de fruta mordida, como diz Cazuza ), feito de silêncio, cumplicidade e amizade !
    Sorte na sua busca .
    Continue vendo o mundo com seu olhar de artista e sua lente poderosa.
    Grande beijo e belo final de semana !

    ResponderExcluir
  32. Quem dera se a flor estivesse mutilada pra mim tbm ;*

    ResponderExcluir
  33. Tossan,

    É amor morbido não dá.
    Amo sua fotgrafias,

    beijos

    ResponderExcluir
  34. Tenho buscado tanta coisa...Muitas vezes a falta de inspiração e a realização do que busco me desesperam!
    Seu texto me tocou...sua imagem revelou...
    Texto agradabilíssimo!
    Parabéns!!
    Tem novidade no meu blog!
    Passa lá...Bjos e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  35. bom fim de semana.
    me add no msn
    f.mmetallica@hotmail.com

    bjosss...

    ResponderExcluir
  36. Olá querido Amigo Fernando, lindoooooooooooooooooooooooo, tocas-te o meu coração com o teu poema... Magnífico!... Amigo!... desejo-te um belo fim de semana,
    Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  37. Quero ter a certeza do amor maduro... ainda aprendo..ainda consigo

    ResponderExcluir
  38. ....como diria tom jobim,

    ''quem sou eu nesta vida tão louca??
    mais uma palhaça no teu carnaval...''

    seu blog é lindoooo....

    não canso de ver e aprecia-lo....

    ResponderExcluir
  39. Olha a foto do famoso cais... Prêmio Pier para o Tossan!

    Oi, querido! Saudades estava eu!

    o seu poema me fez lembrar de um outro poema de Vinicius de Moraes

    "(...) não sou mais poeta, ando tão feliz"!

    É bom não ir à procura de desamores camuflados de amores! Amei!

    Beijãããão!

    ResponderExcluir
  40. Olá querido Fernando, uma tarde maravilhosa... Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  41. eu digo o mesmo daquele poema, porque nao fui eu que o escrevi ! deixaram em comentário. adorei.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  42. Isso é bom!
    Quando as emoções amadurecem, vivemos bem melhor...


    Um belo poema, meu amigo!


    Beijos de luz e um final de semana bem feliz!!!

    ResponderExcluir
  43. ...amores mórbidos,
    a flor mutilada,
    canção desafinanda,
    poesia banal...

    Repudio estas
    ideias também
    como voce.
    Só fico com esta
    maravilha de foto,
    posso? Beijo

    ResponderExcluir
  44. Tossan...você é o que há de melhor!

    Abraços

    ResponderExcluir
  45. E o encontro, de um jeito ou de outro, sempre acontece. Mesmo e, principalmente, se o encontro for com a gente mesmo, com a renovação do amor por si mesmo.
    Abração

    ResponderExcluir
  46. Encontrar a realidade é muitas vezes assustador, mas nao podemos fugir dela a vida toda por que mesma sempre está por perto. Mas aprendi que podemos encará-la com a coragem de uma criança, com a voracidade de uma paixão, com o desejo de um ladrão, e a vida na beira da morte...

    Abraços

    ResponderExcluir
  47. Lindas as cenas que minha percepção foi construindo através do teu olhar, avançando na tua linguagem poética.
    É, Tossan, o cais como tudo que acredito, atraca E liberta: barcos, sonhos, buscas... a paixão-possessiva, atraca. O amor-confiança, desata as amarras e liberta o navio para seguir seu destino, o mar...
    Lindo!

    ResponderExcluir
  48. embora que a flor murcha ainda exale um sutil aroma, talvez até mais marcado que a flor fresca. Pense nisso!

    ResponderExcluir
  49. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  50. Pintei em traços vibrantes
    Aprisionei a beleza e a harmonia
    Dancei no sabor de irreverentes matizes
    Misturei a aurora com o fim do dia

    Um violoncelo soltou duas notas sorridentes
    Dançaram as cores de forma trágica
    Os pincéis inventaram a doçura do teu rosto
    Em movimentos de rodopiante mágica


    Bom fim de semana



    Abraço

    ResponderExcluir
  51. Simplemente.... sin palabras... geniales las fotos. Tremendas!


    Saludos!

    ResponderExcluir
  52. Bellas y refrescantes fotos. Con este calor se agradadecen mucho.

    ResponderExcluir
  53. Em todas as fases da vida há sempre uma busca, depende de como se está no momento.

    beijos!

    ResponderExcluir
  54. indudablemente estas en un gran mmento fotografico amigo. Geniales las tres, me encantan. te abrazo felicitaciones!
    Namaste/\

    ResponderExcluir
  55. Tossan....

    Nem sei o que dizer....
    Lindo, lindo , lindo!!!
    "Hoje sou produzido
    pela certeza
    do amor " Não precisa ser necessariamente maduro, com tanto que seja AMOR!

    E que foto é essa 2º??? MARAVILHOSA!!!!
    BJINHOS

    ResponderExcluir
  56. em cada estagio da nossa vida pensamos encontrar maturidade, mas.. vamos cometendo quase sempre os mesmos erros , talvez levados pela ilusão de nos encontrarmos maduros
    beijos

    ResponderExcluir
  57. que lindo é profundo
    e uma seriedade sentinda em cada letra,como é bom ter um caiz seguro
    é um dos poemas que mais gostei desde que lhe sigo lindo!um abraço pra vc!

    ResponderExcluir
  58. Olá, Tossan:
    Lindas fotos e lindo poema, como sempre.
    Bom fim de semana.
    Beijo,
    Renata

    ResponderExcluir
  59. QUERIDO TOSSAN, BELÍSSIMO POEMA... ADOREI AS TUAS PALÇAVRAS DE ENORME SENTIMENTO... BOM FIM DE SEMANA!!!
    ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO,
    FERNANDINHA

    ResponderExcluir
  60. Bom post, gostei especialmente da última foto.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  61. "Para quem quer se soltar, um vento, um cais, um vento, mais que solidão me traz" Mórbidas paixões, mórbidas lembranças. A forja marca, imprime, crava, tatua a ferro.
    Memórias de cárceres no Pier em que um velho barco ficou.
    Seguir ao vento, soltar as amarras do barco no pier, da solidão dos amores mórbidos.
    VIVE, Tossan. Não te prende no pier das lembranças mórbidas, vive a liberdade, amigo, sê feliz!

    ResponderExcluir
  62. Magnifico.

    O amor é uma constante procura.E quando amadurecido transmite uma paz e uma segurança muito grande.

    As fotos belas como sempre.

    Bom fim de semana

    bjitos

    ResponderExcluir
  63. Amigo génio,

    Maravilhada estou com estas fotos...as palavras...também uma beleza.

    ...
    Equilíbrio absurdo
    de estrelas e bichos...

    in Poesia III JGFerreira


    Bem-haja
    Bom fim-de-semana
    Mer

    ResponderExcluir
  64. E que pier em?
    Fotos belas!

    ResponderExcluir
  65. "Não irei à procura
    de amores mórbidos,
    repudio esta ideia..."

    Que forte inspiração!!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  66. Só um amor maduro pode encontrar a serenidade.
    Lindo texto e lindas fotos.
    Tenha um bom final de semana.

    ResponderExcluir
  67. Tossan,

    um belo poema e rico na sensatez das palavras.Enfim, de volta ao cais.



    Beijos e lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  68. Gosto muito do que escreves!! Forte abraço.

    ResponderExcluir
  69. O cais mais seguro é o amor mais maduro.
    Belas fotos, tudo perfeito.
    Abraços amigo

    ResponderExcluir
  70. Nada como um porto-seguro, um píer, um cais! Onde a gente pode ter certeza que há um lugar para nós nesses mundo.

    ResponderExcluir
  71. Fotos y poema tremendamente buenos.
    Saludos.

    ResponderExcluir
  72. Palavras bonitas para acompanhar estas imagens, obrigado por visitar o meu blog e comentar, graças à ligação entre a criatividade ea imaginação de José Ramón fotos de hoje tem uma melhor saúde seguidor

    ResponderExcluir
  73. Como eu gosto de passar aqui e ver as tuas fotos. Sim, não vale a pena procurar um amor que já não vibra.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  74. visiting you here..
    Those are really beautiful photographs...


    Saludos de Iloilo

    ResponderExcluir
  75. Bom dia, Poeta,
    passando para ver com atenção as fotos. São realmente deslumbrantes.
    Tenha um sábado sem frio, porque aqui está demais.
    Beijos,
    Renata
    PS: Vi o EU, E DAÍ? por aqui, obrigada.

    ResponderExcluir
  76. Sempre lindas imagens que nos deixas, tanto visuais como escritas.
    Lindo
    Bom Fim de Semana
    Beijo
    Isabel

    ResponderExcluir
  77. Hoje sou produzido
    pela certeza
    do amor maduro.

    Só com o tempo e as experiências que vida nos brinda que podemos chegar neste ponto, a maturidade trás nos certezas, caro amigo Fernando, tiveste neste poema varios momentos de grandes inspiraçoes,parabéns!

    Fim de semana de paz Amigo,

    Abraço!

    ResponderExcluir
  78. piedra e mar

    un calido rincon para esperar

    un abrazo

    ResponderExcluir
  79. A contemplação é uma experiência única. Cada um interpreta o que vê e o que lê de maneira particular. Nesse post, tanto as imagens quanto as palavras, separadamente, são completos por si só. Agora, a união dos dois é perfeita...
    Sempre admirável!

    ResponderExcluir
  80. É bom ter um porto seguro sem dúvida mas há qualquer coisa que falta...
    Não ligues meu querido que por vezes acho que não estou muito bem.Lol
    As fotografias estão fenomenais e as palavras são as certas apesar de se sentir uma certa tristeza...
    Beijinhos de quem gosta muito de ti!

    ResponderExcluir
  81. Existe uma mulher maravilhosa que pensa em ti todos os dias. O seu poder de atração lhe indicará o caminho. Se ainda não está ao seu lado por obra e graça da natureza, ela já se encaminha como uma flecha direto para o centro do seu coração, Tossan.
    (Respire fundo, enche o peito de ar e agarre-a assim que encontrar. Ela é sua!!!)

    ResponderExcluir
  82. A procura é sempre ardua meu amigo quando a poesia existir nada sera impossivel...

    abraçao

    ResponderExcluir
  83. Encontrar-se com a realidade é preciso, assim como navegar, impreciso são os aromas que se perdem no vento...
    Um abraço na alma...bom fim de semana

    ResponderExcluir
  84. Meu caro amigo poeta Tassan, eu também prefiro os amores maduros, são realmente os mais seguros. Belas imagens, como sempre.

    PS: Adorei o vídeo, som e imagens, valeu!

    Muita paz, harmonia e inspiração

    Forte abraço

    Caurosa

    ResponderExcluir
  85. Um pier que há muito já é um porto seguro.
    Não saberia apontar qual é a mais bela foto.
    Quanto as minhas, não sou fotógrafa. Apenas estava na hora certa e no lugar certo com minha pequena Sony.
    Beijos e obrigada pelas visitas.
    Acredito que hoje terei postagem nova na minha Caixa.
    :)

    ResponderExcluir
  86. Eles são tão belas fotos não sei qual a escolher.
    Aroma do mar.

    :-)

    ResponderExcluir
  87. Olá Tossan.

    Obrigado por sua gentileza. Parabéns pela excelente poema publicado, excelente, uma maravilha! Muito bom. Aproveito para informar que em virtude do "MBA" o tempo ficou muito apertado em conjunto com as demais atividades que desenvolvo, mas qdo sobra um tempinho venho dividir com os amigos(as). Aproveito para compartilhar um pensamento de C. Coralina; "Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos,de solidariedade e amizade." Votos de muito sucesso, brilhe sempre! Tenha um ótimo e alegre fim de semana, muita paz e luz, fique com Deus, felicidades. Forte e fraterno abraço. Felicidades.

    Valdemir Reis

    ResponderExcluir
  88. todo empieza desde las amarras, desde el puerto, y si uno se distrae, se encuentra en medio del océano, tal es la naturaleza humana

    un abrazo, amigo!

    ResponderExcluir
  89. Lindos...imagem, texto, música..nem sei o que dizer, a não ser que tenhas um domingo lindo assim também.
    um abraço

    ResponderExcluir
  90. Querido Tossan

    Amarrar a realidade em um pier de sonho ou amarrar sonhos em um pier de realidade?

    Se forem belos como tuas imagens e poemas, a resposta pouco não importa...

    Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  91. Estou numa fase assim: não preciso de amuleto pra escrever, se Deus me fez poeta, Ele me dará inspiração. Também não quero amores mórbidos;

    bjs

    ResponderExcluir
  92. Oi Meu Querido!
    Quanta saudade mesmo....andei por ai em portos ancorando e desancorando barquinhos....rs

    Não quero amor nenhum......rs
    Recesso de vida porque agora estou apenas me namorando e vou assim!

    Como sempre, vc não aprende, né?
    Falo tanto pra vc....fotos belíssimas e texto cheio de vida que vem dessas fotos ou as fotos que veem desse texto!
    Só o autor com cara de palhaço é que sabe.

    Beijo enorme

    ResponderExcluir
  93. Chega uma hora q cansamos das miragens q acometem os marujos em alto mar...Entre,descanse seu leme e aproveite para amarrar o barco no cais até q seu corpo se acostume e sua cabeça pare de dar voltas no céu...Sim, "Navegar é preciso" mas continuar tb é.Bem vindo a terra.

    Beijinho

    Maria

    ResponderExcluir
  94. gostei desse poema e das imagens a falarem do mar.

    ResponderExcluir
  95. O amor vem ao nosso encontro, sempre!...
    Não adianta procurá-lo. Ele chega simplesmente, e se cola lá..., no seu coração, na sua pele, não há como livrar-se dele.
    Muitas vezes já passei aqui, não gostei, achei você mais que triste!
    É isso, não procure, ele tá aí, na sua 2ª foto, sempre vindo ao seu encontro, se renovando a cada momento, agarra essa onda, menino!
    Beijo, querido.

    ResponderExcluir
  96. Amigo génio,

    Não me canso de contemplar as suas fotos e palavras escritas...

    Venho lhe desejar uma excelente semana.

    Forte abraço
    Mer

    ResponderExcluir
  97. Já falei tanto sobre 'pier' , não? Mas como sabes eu gosto dos opostos e penso que é justo nessa possibilidade que conseguimos transitar na temperança. Assim é necessário o Pier e a liberdade dos barcos porque os barcos estão 'seguros' no porto mas não foi para isto que eles foram construidos, não é mesmo?

    beijos, amigo.

    ResponderExcluir
  98. Lindíssimas imagens!
    Muitos parabéns...

    ResponderExcluir
  99. 'A flor já está

    mutilada e sem aroma.'

    Perfeito Tossan.
    Clamo-te em palmas..

    beijos em teus sorrisos!

    ResponderExcluir
  100. A primeira foto parece lembrar Veneza, alguma visão distraída de algum canal anônimo ou menos famoso... rs


    Não são as flores que perdem seu perfume. São nossos sentidos que deixam de perceber seu aroma.

    O fato de não sentirmos mais, não quer dizer que deixou de exalar. O cheiro é que nos deixa de fazer sentido!...

    ResponderExcluir
  101. Querido...

    Encontrar a serenidade...

    Marcar um encontro com ela...

    No meu pior...

    Creio que está aí o segredo para aliviar a garganta... Nesse momento que o grito sufoca....

    Beijos e carinhos

    ResponderExcluir
  102. sempre o convidaria para uma admirável Orgia, no entanto... isso não seria uma realidade aceitável!...
    Das Orgias ao Avesso... vai um admirável passo que se imagina!...




    Escolha entre... beijos e abraços

















    *** Se, por acaso passar pelo Krystal, advirto desde sobre conteúdo de linguagem para adultos no Poema mais recentemente postado. Desde já apresento minhas desculpas!***

    ResponderExcluir
  103. Amigo, esos detalle de agua, de mar, de ría, tan refrescantes en estos días de calor excesivo, son altamente frescos y relajantes. Bellas imágenes que como nos tienes acostumbrados, acompañas de una bellísimas palabras.
    Un abrazo

    ResponderExcluir
  104. A qualquer hora em que chegares,
    sentarás comigo à minha mesa.
    A qualquer hora em que bateres a minha porta,
    o meu coração também se abrirá.
    A qualquer hora em que chamares,
    eu me apressarei.
    A qualquer hora em que vieres,
    será o melhor tempo de te receber.
    A qualquer hora em que te decidires,
    estarei pronto para te seguir.
    A qualquer hora em que quiseres beber,
    eu irei a fonte.
    A qualquer hora em que te alegrares,
    eu bendirei ao Senhor.
    A qualquer hora em que sorrires,
    será mais uma graça que o senhor me concede.
    A qualquer hora em que quiseres partir;
    eu irei à frente nos caminhos.
    A qualquer hora em que caíres,
    eu estenderei os braços.
    A qualquer hora, em que te cansares,
    eu levarei a cruz.
    A qualquer hora em que te sentires triste,
    eu permanecerei contigo,
    A qualquer hora em que te lembrares de mim,
    eu acharei a vida mais bela.
    A qualquer hora em que partires,
    ficarás com a lembrança de uma flor.
    A qualquer hora em que voltares,
    renovarás todas minhas alegrias.
    A qualquer hora que quiseres uma rosa,
    eu te darei toda roseira.
    Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
    uma amizade que não seja toda,
    de todos os instantes e para todo bem.

    by: Cid Moreira

    Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
    Abraços
    Eduardo

    ResponderExcluir
  105. la ultima foto es estupenda, le hiciste algun tratamiento antiruido??
    saludos

    ResponderExcluir
  106. è isso ai Tossan...quando chega esse amor maduro..ah quanto paz vem junto..
    otima semana
    abraços

    ResponderExcluir
  107. Belissimo, e que esse amor maduro venha logo, venha trazer a paz necessaria pra continuar a caminhada, forte abraço amigo e uma otima semana de paz...

    ResponderExcluir
  108. Oi, tossan

    é sempre tão gostoso estar por aqui.

    Fotos e texto perfeitos.

    Parabéns!

    beijos e uma linda semana

    ResponderExcluir
  109. imagens perfeitas, palavras bem compostas e a combinação foi um complemento muito bem vindo (:

    ResponderExcluir
  110. Foto lindas! Palavras que combinam com as belas imagens.

    Boa semana, beijo.

    ResponderExcluir
  111. Acho que to meio devagar...
    Não acompanhei seu pensamento no lance das "3 roupagens"...

    ResponderExcluir
  112. Gostei muito do seu trabalho, tu és um grande artista. Parabéns.

    ResponderExcluir
  113. Cento e tal comentários, é obra!Mas também, que esperar quando as imagens são desta beleza e bebemos palavras, que um poeta que se diz não poeta, pinta sobre elas?

    ResponderExcluir
  114. muito bom ter um lugar onde a gente sinta que pertence ali.

    ResponderExcluir
  115. Palavras de um grande poeta e fotos de um grande artista. Amor é a palavra que domina toda a arte.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  116. Bom-dia uma pequena marca aquando da minha passagem sobre o teu muito
    bonito blog!

    felicitations!

    obrigado fazer-nos compartilhar os teus momentos



    cordialmente desde la Francia
    ¸..· ´¨¨)) -:¦:-
    ¸.·´ .·´¨¨))
    ((¸¸.·´ ..·´ -:¦:-
    -:¦:- ((¸¸.·´* ~ Chris ~ -:¦:-

    http://SweetMelody.bloguez.com

    ResponderExcluir

Não costumo comentar pelo Google+, deixe o link do seu blog quando comentar pelo navegador. Obrigado

No suelo comentar sobre el Google+, dejo el enlace a su blog cuando usted comenta en el navegador. Gracias

I do not usually comment on the Google+, leave the link to your blog when you comment on the browser. Thank you

" Posso não concordar com uma única palavra do que dizeis, mas defenderei até o fim o vosso direito de dizê-la" ." (Voltaire)
Antes de mais nada fica estabelecido que ninguém vai tirar meu bom humor. (Fernando Sabino)

"Puedo no estar de acuerdo con una sola palabra de lo que dices, pero defenderé hasta el final su derecho a decirlo". "(Voltaire)
En primer lugar se establece que nadie va a tomar mi buen humor. (Fernando Sabino)

"I may not agree with a single word you say but I will defend to the end your right to say it". "(Voltaire)
First of all it is established that no one will take my good mood. (Fernando Sabino)